In: Noticias Academy

A companhia aérea espanhola Binter Canarias está a proceder à recolha de candidaturas para admissão de tripulantes de cabina, em Portugal, que ficarão baseados na base operacional da Madeira.

O anúncio foi lançado nesta semana e a companhia faz uma chamada a candidatos que tenham formação específica para desempenhar tais funções (certificado de tripulante de cabina) e que tenham uma graduação académica superior. Exige ainda que sejam fluentes em Português, Espanhol e Inglês. A Binter valoriza os candidatos que se apresentem com experiência anterior na profissão.

O processo de recrutamento será feito em Lisboa entre os dias 19 e 21 de março deste ano.

As candidaturas deverão ser apresentadas até ao próximo dia 18 de março.

A Binter Canarias realiza voos entre as ilhas da Madeira e das Canárias (Grã Canária e Tenerife) e entre as ilhas da Madeira e do Porto Santo, onde ganhou a concessão das ligações regulares ao abrigo de um concurso internacional com Obrigações de Serviço Público (OSP). No próximo Verão IATA está previsto abrir uma nova linha entre a Madeira e Marraquexe, em Marrocos.

Submeter candidatura no seguinte link: https://www.aviationjobs.me/jobs/flight-attendant-binter-canarias-portugal/

Fonte: Newsavia

A SATA Air Açores pretende recrutar Oficiais Piloto de Aviação Comercial, para a sua base em Ponta Delgada.

Requisitos mínimos para a função:

  • Licença de Piloto Comercial de Avião, com qualificações de Multimotores e Instrumentos válidas;
  • Teoria de Linha aérea emitida JAR e EASA FCL e válida nos termos “EASA IR Part FCL.025”;
  • Qualificação MCC;
  • Escolaridade mínima 12º ano ou equivalente (reconhecido pelo Ministério Português da Educação);
  • Domínio de Português e Inglês (falado e escrito);
  • Nível de Inglês Aeronáutico ICAO igual ou superior a 4 (devidamente averbado na licença);
  • Conhecimentos de informática na ótica do utilizador;
  • Certificado Médico Classe 1;
  • Idade mínima de 21 anos;
  • Não ter sido excluído/a, na SATA Air Açores, há menos de 1 ano num Curso de Qualificação Tipo;
  • Não ter sido excluído/a em contexto de avaliação psicológica, simulador ou entrevista individual, há menos de 1 ano, realizado na SATA Air Açores;

Disponibilidade imediata.

Formalização da candidatura

Através de e-mail enviado até do dia 28 de fevereiro de 2020, para o correio eletrónico cv@sata.pt, acompanhado da seguinte documentação: CV atual e detalhado com carta de recomendação e contacto de 2 referências, fotocópias da licença de voo, licença médica, certificados de teoria de linha aérea e MCC, caderneta de voo (folhas seguintes à ultima verificação, inclusive), BI/CC (facultativo), passaporte válido, certificado de habilitações académicas, fotografia tipo passe, registo criminal atual (acesso a zonas reservadas). As candidaturas que não apresentem toda a documentação solicitada na data limite não serão consideradas.

Original: https://azoresairlinesblog.com/2020/02/19/recrutamento-de-oficiais-piloto-de-aviacao-comercial/

A Emirates, presentemente a companhia internacional que opera com mais aviões de longo curso Airbus A380 e Boeing 777, vai realizar durante o mês de fevereiro, três ‘Open Days’ em cidades portuguesas para recrutamento de pessoal para tripulantes de cabina.

As sessões estão marcadas para os dias 15 na cidade do Funchal, ilha da Madeira, no Hotel Porto Mare; dia 17 na cidade de Faro, no Algarve, no Hotel Faro; e no dia 20 na cidade de Braga, no Minho, norte de Portugal, no Hotel Mélia.

As inscrições estão abertas para jovens com mais de 21 anos de idade, que tenham espírito aberto e de adaptação a novas culturas, que falem e escrevam com fluência o Inglês e que se sintam vocacionados para esta atividade profissional. Ficarão baseados na cidade do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, onde a companhia tem a sua sede.

A companhia pede ainda como requisitos básicos mais de 1,60 de altura, ensino secundário completo (12º ano) e que os candidatos não tenham tatuagens visíveis quando fardados. Não será permitido o disfarce com maquilhagem.

Os interessados poderão conhecer algo mais sobre a atividade e inscrever-se para uma eventual primeira entrevista através do link abaixo, onde encontrarão os passos a seguir.

MAIS INFORMAÇÕES

Há 100 anos surge a Aviação Militar em Sintra. Dos históricos aeroplanos às mais atuais aeronaves militares, criámos uma série de 10 episódios para lhe contarmos a história dos “Cem Anos da Aviação Militar em Sintra“.

O primeiro episódio, que pode ver abaixo, relata em fotografias os momentos que antecederam a presença da Aviação Militar em Sintra.

Se andar pelos ares sempre foi o tem sonho vem levantar voo neste Open Day.
Vai ter lugar entre os dias 23 e 24 de Janeiro na Universidade Atlântica em Barcarena.

Requisitos necessários:
– Obrigatório ter CC attestation card (ou em processo de emissão);
– Bom nível de inglês;
– Saber nadar;
– Boa aparência;
– Disponibilidade de horário;
– Ter no mínimo 18 anos de idade;
– Ensino obrigatório concluído (12º);
– Não ter tatuagens visíveis;

As condições oferecidas são:
– Alojamento incluído;
– Excelente remuneração;

Em parceria com:
ESCC – European School for Cabin Crew
Universiade Atlântica

Envia a confirmação da tua presença para o e-mail: info@escc.pt

Airbus realizou testes que permitem uma aeronave taxiar, descolar e aterrar de forma completamente autônoma.

Os pilotos apenas acompanharam a descolagem realizada de forma autônoma pelo piloto automático do avião

VER O VIDEO DO TESTE

A Airbus realizou a primeira descolagem autônoma feita por um avião comercial na história. Um Airbus A350 realizou uma descolagem automática, baseado apenas em um novo sistema de câmeras que permitiram a aeronave manter o alinhamento com a pista e iniciar uma subida conforme o planeamento.

O voo contou, por segurança, com dois pilotos de testes e três engenheiros a bordo. Durante descolagem, o comandante apenas acelerou o avião, mantendo as mãos nos comandos (aceleradores) até o limite da velocidade de decisão (V1), quando o automatismo e velocidade da aeronave seria os pilotos apenas acompanharam o avião iniciando a subida, para em seguida recolher o trem de aterragem.

Segundo a Airbus, os ensaios foram conduzidos em 18 de dezembro, embora apenas em 16 de janeiro tenha sido divulgado. Na ocasião, o avião realizou um total de 8 decolagens em um período de quatro horas e meia de testes.

“Enquanto completávamos o alinhamento na pista, esperando autorização do controle de tráfego aéreo, acionamos o piloto automático”, explicou Yann Beaufils, piloto de testes da Airbus. “Movemos as alavancas do acelerador para a posição de descolagem e monitoramos a aeronave, que começou a mover-se e acelerar, mantendo automaticamente a linha central da pista, na velocidade exata de rotação inserida no sistema. O nariz da aeronave começou a levantar-se automaticamente e alguns segundos depois estávamos no ar”.

O sistema criado pela Airbus envolve uma câmera de alta resolução que permite ao avião saber seu alinhamento na pista, que combinados com dados de velocidade e aceleração, possibilitam o piloto automático realiza a descolagem no momento exato. O funcionamento é diferente para a aterragem, onde uma série de instrumentos de rádio, como o Instrument Landing System (ILS) direcionam o avião na rampa correta para o toque na pista.

O sistema batizado de ATTOL (Airbus Autonomous Taxi, Take-Off & Landing) foi lançado em 2018, quando o fabricante europeu passou a desenvolver a capacidade e recursos para aplicação prática. Embora seja ainda um demonstrador de tecnologia, o ATTOL poderá auxiliar os pilotos em situações de clima adverso ou mesmo em aeroportos críticos, aumentado a eficiência e segurança do voo. A Airbus afirma que o objetivo não é criar uma aeronave autônoma, mas sim explorar tais tecnologias que ao lado de outras inovações em áreas como materiais, eletrificação e conectividade, poderão auxiliar a projetar novas aeronaves no futuro.

Os próximos passos do projeto incluem taxiar, descolagem e aterragem automática, que devem ocorrer ainda em meados de 2020.

Texto adaptado de: www.aeromagazine.uol.com.br

A Sevenair Academy assinou um protocolo com a Escola Europeia de Tripulação de Cabine (ESCC) entidade de referência na formação de Tripulação de Cabine.

Esta parceria permitirá à Sevenair Academy oferecer cursos de Tripulação de Cabina no mercado nacional e internacional, certificados pela EASA, com a possibilidade de contratar uma companhia aérea européia para os melhores alunos.

Sevenair Academy has signed a new partnership with Alpha Aviation Academy, based in United Arab Emirates (UAE). Alpha Aviation is part of the Air Arabia Group, an airline that flies to over 150 destinations in the middle east, North Africa, India, Central Asia and Europe.

Through this partnership, training will be given to the students (cadets) of the Alpha Aviation Academy (AAA), under the Multi Pilot License (MPL). Thus, the theoretical and simulator stage will be at the AAA facilities in Sharjah, UAE. The core part (flight stage) of the course will be held in Cascais (Tires Aerodrome) by Sevenair Academy. Each group of students will have training between 8 to 10 weeks, where they will do 70h flight training. The first course is already starting in March.

According to Alexandre Alves, Sevenair’s Chief Commercial Officer, “This Partnership shows the Group’s desire to grow beyond its borders, representing an important step to our training academy. This is a high-value contract to add to our portfolio, an international reference partner in pilot training with the GCAA certification (UAE aeronautical authority) “.

Sevenair Academy starts 2018 celebrating 30 years of operations. Created in 1988 as  AEROVIA, the first professional pilot’s civil school, it is today Portugal’s current leading flight training organisation (FTO).

The academy has witnessed a 50% growth in 2017, keeping up its commitment for a continuous improvement in quality and delivery. Today, Sevenair sees most of its former students employed by some of the largest airlines in the world.

Throughout the years, Sevenair has trained thousands of people with the dream of pursuing a career in aviation and is a reference in providing human capital for the aviation market.

Read More

Sevenair Academy has placed an order for 10 Tecnam P2008JC Mk II aeroplanes. As Portugal’s current leading flight training organisation (FTO), it has a training fleet of 20 aircraft, already including a Tecnam P2010 and a P2006T Twin.

“The Tecnam P2008JC Mk II is without doubt the best replacement for our legacy trainers such as the Cessna 152, due to its design, superlative performance, technology and innovation. Our Tecnam aeroplanes have more than proven their value too in terms of operational capability, reliability, training advantages and cost effectiveness.” Alexandre Alves, Chief Commercial Officer of Sevenair Group

With this investment Sevenair continues its commitment of an ongoing improvement in training quality and delivery, with students using state-of-the-art aircraft, with a wide range of Tecnam models.

Read More